Mordidas e desejos.
E o amor?, você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ele. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúme, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. Acho que o amor não é o caminho mais fácil, pois mais fácil seria dizer a-gente-não-se-entende-a-gente-não-combina-tchau-tchau. O amor é uma tentativa eterna. E se você topar entrar nessa saiba que o amor encontrou você. Seja gentil, convide-o para entrar.
Autoria de: Clarissa Corrêa.   (via p-o-e-s-i-a-s)
Feliz será aquele que souber esperar.
Autoria de: Daniel 12:12. (via agonizador)
Olhando assim, ninguém diz. Mas há toda uma explicação do porquê eu ser desse jeito. Só eu mesmo, que sempre estive comigo, aguentando as barras, as rupturas, os socos na cara.
Autoria de: Gabito Nunes. (via enoitecer)
Tem problema não. E se tiver, deixa ter. Uma hora acaba. É sempre assim. Uns vem. Outros vão. E eu fico. Aqui. Ali. Onde me for conveniente.
Autoria de: milaahb.  (via p-o-e-s-i-a-s)
Eu realmente queria ter histórias incríveis para contar sobre minha adolescência quando estivesse com cabelos brancos, mas tudo o que tenho é um quarto bagunçado e um coração mais bagunçado ainda. Não sou especial, não tenho um grande amor. Nada me ocorreu de importante nesses últimos dias. Não sou a favorita de ninguém e nem mesmo gosto de minha companhia. Pensando melhor, estou percebendo agora que sou o tipo de pessoa que se morresse amanhã, ninguém se lembraria. Droga.
Autoria de: Animicida. (via p-o-e-s-i-a-s)
Juro que pensei que era amado. Que fazia falta, que causava saudade, que amenizava a dor. Pensei que era importante para você, sabia? E quase acreditei nisso, quase mesmo. Faltou pouco. Você foi o meu quase. O meu quase amor, a minha quase certeza, a minha quase felicidade. Mas eu não vivo de “quase”, e você também não. A diferença é que eu lutei para o quase, virar tudo. Você fez o quase, se tornar nada.
Autoria de: Allax Garcia (via enoitecer)
Para o amor, um banco de praça já basta. Ou ficar na frente de um portão. Ou uma xícara de café. Amor mesmo é um filme de baixo orçamento.
Autoria de: Fabrício Carpinejar.   (via enoitecer)
Você sempre vai ter uma parte mim que ninguém nunca teve.
Autoria de: Psicografou (via afloraria)
Agora você é apenas alguém que eu conhecia.
Autoria de: Gotye.   (via relevou)
Você acha que voltaremos a ser as pessoas que nós éramos?
Autoria de: Revenge.   (via quase-heroi)
Diferente do que muitos poetas dizem, o amor acaba. Sim, ele acaba se não for cultivado e cuidado. Então, cultive-o, mas o cultive na pessoa certa, em quem você deseja ter por perto. Sempre fique atenta aos sinais do coração, são eles que te guiam pra felicidade, e se você fugir deles, você se perderá. Então leve quem você ama hoje, e tente fazer desse caminho a estrada certa.
Autoria de: Sean Wilhelm.     (via enoitecer)